CDP mantém-se nos órgãos sociais da Fundação do Desporto

A Confederação do Desporto de Portugal manteve o nível de representação que detinha nos órgãos sociais da Fundação do Desporto depois das eleições realizadas hoje no decorrer da reunião do Conselho de Fundadores e Curadores da instituição.

Na eleição para o conselho de administração, a CDP foi escolhida para vogal numa votação muito renhida. Numa primeira volta, a RTP somou nove votos e foi eleita, seguindo-se a CDP, o COP e o CPP com cinco votos. Houve por isso necessidade de novo escrutínio dado que só podiam ser eleitos três vogais. A repetição da eleição ditou nove votos para a CDP e CPP e oito para o COP.

A Confederação e o Comité Paralímpico de Portugal passaram assim a acompanhar a RTP. As vice-presidências foram atribuídas à Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (seis votos) e à Sociedade Central de Cervejas (cinco). O presidente do conselho de administração é Paulo Frischknecht, por nomeação do Governo.

A presidência do Conselho de Fundadores continuou a ser detida pela Câmara Municipal da Maia (nove votos), o mesmo acontecendo à manutenção dos titulares das vice-presidências: EDP (11 votos) e CDP (oito).

No último mandato, a Confederação esteve representada no conselho de administração da Fundação do Desporto pelo seu presidente, Carlos Paula Cardoso, e na vice-presidência do Conselho de Fundadores e Curadores pelo vice-presidente Ilídio Trindade.

Fonte: CDP, 03/05/2018