Confederação do Desporto de Portugal
 
CDP Comunicação e Marketing Notícias CDP Geral A ENGSO divulgou a sua posição sobre o Modelo Desportivo Europeu na sua Assembleia Geral

A ENGSO divulgou a sua posição sobre o Modelo Desportivo Europeu na sua Assembleia Geral

A European Non-Governmental Sport Organisation (ENGSO) divulgou a sua posição sobre o Modelo Desportivo Europeu com uma lista de recomendações provisórias na sua Assembleia Geral, que decorreu em Tórshavn, capital das Ilhas Faroé, e na qual a CDP esteve representada pelo presidente, Carlos Paula Cardoso, vice-presidente, Anabela Reis e pela diretora e membro da Comissão Executiva da ENGSO, Filipa Godinho.

A proposta da ENGSO visa desenvolver o Modelo Desportivo Europeu - a forma como os clubes desportivos, as Federações Nacionais e as Federações Internacionais estão organizados - abordando questões centrais e sugerindo soluções.

A primeira versão do documento, que está sujeita a alterações com base no feedback da Assembleia Geral, avaliou as suas relações com as partes fora da pirâmide, apoio e solidariedade aos clubes desportivos e melhoria do diálogo entre o desporto e os decisores.

A ENGSO concluiu sobre o tema dos que estão fora da pirâmide que os clubes, federações e outras organizações desportivas relevantes deveriam reconhecer os "facilitadores, parceiros e concorrentes" e ser capazes de formar estratégias para melhorar o desporto com estas partes interessadas.

Os facilitadores são definidos como aqueles que "criam e financiam o ambiente e as ferramentas vitais para o desporto", incluindo fabricantes de equipamentos, patrocinadores e municípios.

Os parceiros são referidos as organizações dos sectores sem fins lucrativos, privado e público, enquanto os concorrentes são "fornecedores de atividades de lazer com fins lucrativos".

A ENGSO quer que os seus intervenientes trabalhem mais estreitamente com patrocinadores e outros parceiros externos.

O documento acrescenta que todos os intervenientes deveriam "reconhecer o impacto negativo dos disruptores" e colaborar para assegurar que os danos causados por concorrentes privados ou fechados sejam limitados.

Sobre o tema do financiamento, propôs-se que as autoridades públicas deveriam retirar o peso fiscal ou administrativo e assegurar que os clubes desportivos são apoiados através de iniciativas financeiras.

Promoveu também a ideia de esquemas de redistribuição aos clubes desportivos que sejam "justos, concretos e credíveis".

Relativamente à melhoria do diálogo, a ENGSO apelou à União Europeia (UE) para formar o diálogo do desporto da UE, uma sessão anual de painel de diálogo fixo sobre as necessidades e objetivos do movimento desportivo europeu. Recomendou-se que seja encenada durante o Fórum Europeu do Desporto.

No decorrer da reunião magna foi também sugerido que as organizações nacionais que representam o desporto de base voluntária, tais como os Comités Olímpicos Nacionais e as Confederações Nacionais do Desporto, funcionassem "idealmente" como Grupos de Trabalho Nacionais.

A ENGSO quer um maior diálogo com a União Europeia como forma de melhorar o Modelo Desportivo Europeu e conta com os seus associados Europeus para tal.

Consulte aqui a proposta da União Europeia de Modelo Europeu para o Desporto - 



Fonte: ENGSO/CDP, 30/05/2022

Parceiros Oficiais

Logótipo da Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto. Logótipo do Instituto Português do Desporto e Juventude. Logótipo da Câmara Municipal de Oeiras. Logótipo da Câmara Municipal de Oeiras. Logótipo dos Jogos Santa Casa.

Parceiros Comerciais

Logótipo da agência de viagens Cosmos. Logótipo da Sagres. Logótipo da Multicert. Logótipo da MDS.

Parceiros Comunicação

Logótipo da RTP. Logótipo do SAPO Desporto. Logótipo de "A Bola".
Este site utiliza cookies para ajudar a sua experiência de navegação. Ao navegar sem desativar os cookies, estará a concordar com a nossa política de cookies e com os nossos Termos, Condições e Política de Privacidade.