Confederação do Desporto de Portugal
 
CDP Comunicação e Marketing Notícias Desporto FPSurf Surf - 2ª etapa Circuito Nacional Open Bodyboard 2009 Costa da Caparica

Surf - 2ª etapa Circuito Nacional Open Bodyboard 2009 Costa da Caparica

Manuel Centeno e Marta Fernandes vencem na Caparica, Barciela e Catarina Sousa lideram
Entre os dias 16 e 18 de Outubro a praia do CDS, na Costa da Caparica, recebeu a 2ª etapa do Circuito Nacional Open de Bodyboard. Os melhores bodyboarders portugueses de várias gerações aderiram em força à iniciativa organizada pela Associação de Bodyboard da Caparica e fizeram questão de marcar presença neste evento. O número de inscritos ultrapassou as expectativas: 90 rapazes de 16 raparigas lutaram nesta etapa por uma boa classificação, a fim de se posicionarem o melhor possível no ranking nacional.

A praia do CDS encheu-se de sol para receber o primeiro dia de competição. O mar também ajudou ao espectáculo, com ondas a rondar 1 metro a proporcionar bons tubos e boas manobras.

Dia 1 - Sexta Feira
Destaque para Hélio Conde, presente numa das baterias mais explosivas deste dia. O atleta de Peniche mostrou ao público da Caparica o porquê de ser chamado de “Laranja Mecância” ao tirar nota 10, num longo tubo a sair com rollo aéreo, ainda neste heat Paulinho Costa respondeu com outro tubo profundo seguido de invertido, que lhe rendeu 8,25 passando os dois à próxima ronda. Infelizmente Laranja viu a sua prova terminar por aqui devido a uma lesão no dedo que impossibilitou voltar à água. Outro destaque do dia vai para Daniel Fonseca, actual líder do ranking de sub-16, mostrou ter a lição bem estudada, ao surfar com muita classe e determinação. Mais do que uma promessa, este jovem de Peniche, está a tornar-se numa certeza do bodyboard nacional.

Outro aspecto positivo foi ver outros nomes do Circuito Nacional Esperanças a medir forças com os mais velhos, facto que deveria acontecer com mais frequência, e a entrada de Joana Schenker na categoria open, a atleta do Algarve passou o seu primeiro heat dando ainda mais cor à prova.

Dia 2 - Sábado
Neste segundo dia de competição, com check-in marcado para as 9h, realizou-se a terceira ronda de baterias masculinas e as meninas entraram finalmente em cena, com a realização dos quartos de final. Mais uma vez o bom tempo fez-se sentir e o público veio em grande afluência para assistir a um bom espectáculo e aproveitar este dia de Verão tardio. As condições do mar menos favoráveis puxaram pela criatividade dos atletas. Vento fraco de leste e ondas com cerca de meio metro foram as condições durante o princípio da manhã.

Destaques para a passagem aos oitavos de final de Ricardo Rico, Dino Carmo, Luís Coelho, Gonçalo Soares, Tiago Ferreira, Bernardo Tomé e António Azevedo, em primeiro lugar nas suas baterias. Apesar da boa prestação de Filipe Raposo, na sexta bateria da manhã, uma interferência no último minuto custou-lhe a progressão em prova. Rita Pires foi a segunda rapariga em competição, ao entrar na ronda masculina. No entanto, a atleta da costa da Caparica não conseguiu mostrar o seu melhor, com a maré a encher as ondas iam-se tornando cada vez mais escassas e com muitos close-out, a disputa pela liderança desta bateria ficou entre Gonçalo Silva e Zsolt Lorincz. Tranquilo, esteve António Azevedo segurando o primeiro lugar desde o inicio, na última bateria da ronda masculina. Já a luta pela segunda posição foi muito renhida entre Daniel Fonseca e Pedro Bettencourt, mas foi Daniel Fonseca que levou a melhor ao executar uma série de rolos bem projectados.

As meninas mostraram também o bom nível em que se encontra o bodyboard nacional. Destaques nesta manhã de prova para Joana Schenker e Anita Lino, que se mostraram muito seguras e concentradas, agarrando a liderança desde o início, nas respectivas baterias, numa altura em que a maré cheia e o backwash da praia começavam a ameaçar a boa recepção das manobras das atletas.

No primeiro heat enquanto Anita Lino liderava, a luta pelo segundo lugar foi muito renhida entre Maria Lourenço, Raquel Brito e Ana Sofia Adão, todas com pontuações muito próximas. No entanto, foi Ana Sofia Adão, treinada por Nuno Trovão, que levou a melhor. Um 360º com muito estilo valeu-lhe o passaporte para as meias-finais. Já no segundo heat Carina Carvalho do Ludens Clube de Machico acompanhou Joana Schenker na passagem às meias finais. No quarto heat Marta Fernandes, vencedora da segunda etapa do Circuito Europeu de Bodyboard 2009, em Anglet, não facilitou a vida a Marta Leitão, fazendo-a cair para segundo, na fase final da bateria. Catarina Sousa e Teresa Almeida prosseguiram automaticamente para as meias-finais, sendo as únicas a comparecer em prova no terceiro heat.

Com a subida da maré as condições foram ficando cada vez piores com muito "backwash" e as ondas a rebentar muito em cima da areia, não oferecendo as condições para a progressão do evento, a organização decidiu parar a competição ao início da tarde. O chek-in ficou marcado para as oito horas da manhã de Domingo.

Dia 3 - Domingo
Tudo indicava para que teríamos todas as condições para um espectáculo em grande: boas ondas, os melhores atletas nacionais de bodyboard e um domingo cheio de sol. No entanto o Domingo acordou com o mar praticamente flat para surpresa de todos. A ondulação prevista tardava em aparecer, mesmo assim deu-se início a prova com os oitavos de final masculino.

Com as ondas a serem disputadas ao milímetro era inevitável não acontecerem situações de interferência sendo que a mais caricata aconteceu logo no primeiro heat disputado entre Ricardo Rico, Rui Pereira, António Cruz e Paulinho Costa onde numa só onda foram assinaladas duas interferências uma a Rui Pereira e a outra a António Cruz. Não satisfeitos com o facto, mais à frente no heat estes dois atletas envolveram-se numa nova disputa de onda que resultou numa dupla interferência obrigando os atletas a sair da água deixando o caminho livre para Ricardo Rico e Paulinho Costa prosseguirem em prova.

Em destaque nos oitavos de final estiveram Manuel Centeno, pela sua consistência, Luís Pereira e Hugo Pinheiro, com manobras muito fortes e, Gastão Entrudo, por surpreender tudo e todos fazendo uma onda acima dos 9 pontos. Não podemos deixar de ressaltar a saída de prova de Daniel Fonseca, sub-16, que foi sem dúvida o atleta revelação nesta etapa, ao longo da prova mostrou um surf de grande qualidade com manobras limpas e excelentes notas. Pela negativa a eliminação prematura de Hugo Nunes, um dos finalistas em Peniche e candidato a vitória final.

Nos quartos de final  as coisas aqueceram e os suspeitos do costume dominaram, o primeiro heat viu Ricardo Rico e Filipe Ferreira a dominar as ondas da Caparica com mestria ultrapassando assim Luís Pereira e Francisco Pinheiro num heat muito disputado, Manuel Centeno e Silvano Lourenço levaram a melhor sobre António Cardoso e Paulinho Costa que acabavam nesta fase uma prova exemplar até então. No terceiro heat Pinheirinho começou com um ritmo fortíssimo deixando a disputa para o segundo lugar entre Rui Mendes, António Azevedo e Gastão Entrudo. Rui Mendes foi quem levou a melhor marcando o seu lugar nas meia finais. No quarto heat Tiago Silva e João Barciela não deram hipóteses a João Pinheiro e a Filipe Campos.

As meias finais das meninas ficou marcada pela presença da nova geração de bodyboarders. Ana Adão, Teresa Almeida marcaram presença e esboçaram o assalto a grande final, mas a experiência falou mais alto nos momentos decisivos, mas fica o aviso. Assim Anita Lino e Joana Schenker na primeira meia final e Marta Fernandes e Catarina Sousa na segunda avançaram rumo à final.

Com a maré toda cheia a prova foi interrompida de forma a que as finais fossem realizadas com as melhores condições possíveis. Foi então que a ondulação prevista começou a aparecer e proporcionou boas condições para as meias finais open e as grandes finais open e feminina. Na primeira meia final open vimos Silvano Lourenço a não dar hipóteses aos seus adversários e Manuel Centeno e Filipe Ferreira a travar uma luta titanica pela passagem a grande final, Centeno levou a melhor deixando Filipe Fereira a menos de um ponto de diferença acabando aqui a sua excelente prova. Ricardo Rico ficou em quarto num heat onde não conseguiu encontrar as ondas que permitissem fazer as manobras que o levaram até à meia final acabando assim num excelente sétimo lugar.

Na segunda meia final, Hugo Pinheiro e João Barciela campeão e vice da primeira etapa em Peniche encontraram-se num confronto que para já definiu a liderança provisória do circuito, Barciela começou forte e Pinheirinho também, Tiago Silva não ficou atrás numa disputa até ao último segundo Pinheirinho deu o tudo por tudo para passar a final mas foi Barciela e Tiago Silva que levaram a melhor.

Com as condições a ficarem cada vez melhores tiveram lugar as grandes finais feminino e open. Entre as meninas a disputa foi do princípio ao fim, a liderança foi alterando entre Catarina, Anita e Marta no fim Marta Fernandes levou a melhor, Anita Lino conseguiu assegurar a segunda posição deixando Catarina Sousa e Joana Schenker na terceira e quarta posição respectivamente.

A final open viu um dominio quase total de Manuel Centeno que foi implacável nas ondas da Caparica com manobras fortes não dando muitas chances aos restantes finalistas. Silvano que tinha sido o melhor nas meias não conseguiu manter o ritmo e ficou-se pela quarta posição Barciela e Tiago Silva disputaram o segundo lugar com Barciela a levar a melhor e a garantir a segunda posição que lhe dá a liderança do ranking e deixando tudo em aberto para os Açores.

Fica o sinal positivo para a excelente organização levada a cabo pela Associação de Bodyboard da Caparica e todo o seu staff que fizeram com que esta prova fosse um sucesso do principio ao fim elevando a fasquia e demonstrando a todos que com trabalho e empenho tudo é possível.Tudo isto não seria possível sem a preciosa ajuda dos patrocinadores oficiais: a Junta de Freguesia da Costa de Caparica e o Restaurante “O Barbas”, do apoio institucional da Associação Portuguesa de Bodyboard, a Federação Portuguesa de Surf. Agradecemos também à mtn-photo.com e a Tiago Gonçalves pelas imagens cedidas. Encontramo-nos Açores nos dias 18, 19 e 20 de Dezembro.

Fonte: FPSurf 20/10/2009


Parceiros Oficiais

Logótipo da Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto. Logótipo do Instituto Português do Desporto e Juventude. Logótipo da Câmara Municipal de Oeiras. Logótipo da Câmara Municipal de Oeiras. Logótipo dos Jogos Santa Casa.

Parceiros Comerciais

Logótipo da agência de viagens Cosmos. Logótipo da Sagres. Logótipo da Lacatoni. Logótipo da Multicert.

Parceiros Comunicação

Logótipo da RTP. Logótipo do SAPO Desporto. Logótipo de "A Bola".
Este site utiliza cookies para ajudar a sua experiência de navegação. Ao navegar sem desativar os cookies, estará a concordar com a nossa política de cookies e com os nossos Termos, Condições e Política de Privacidade.
Mais informação Aceitar Recusar