Missão portuguesa aos IX Jogos Desportivos da CPLP a caminho de Angola

jogos-cplpA Tribuna de Honra do Estádio Nacional, em Oeiras, foi o palco para a apresentação de cumprimentos de despedida por parte da missão portuguesa aos IX Jogos Desportivos da CPLP – Angola-2014,  que se realizam em Luanda de Julho e 2 de Agosto.


A cerimónia foi presidida pelo secretário de estado do Desporto e Juventude, Emídio Guerreiro, que estava acompanhado pelo presidente da Confederação do Desporto de Portugal, Carlos Paula Cardoso, na qualidade de líder da delegação lusa e responsável máximo pela entidade que coordena a missão a convite do Governo de Portugal, e também do presidente do Instituto Português do Desporto e Juventude, Augusto Baganha.

Durante a apresentação, foi destacada a importância deste evento no qual Portugal estará representado por uma delegação com 124 elementos, tendo como chefe de missão Duarte Lopes. Andebol, atletismo, atletismo para pessoas portadoras de deficiência, basquetebol, futebol, judo, natação (águas abertas), ténis, ténis de mesa e voleibol (praia) são as modalidades do calendário dos jogos.

Durante esta apresentação, que teve também a presença do embaixador de Angola em Portugal, José Marcos Barrica, foi destacada a “importância estratégica” da competição. O secretário de estado Emídio Guerreiro disse que os países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) “entendem que os Jogos, além da componente desportiva, são uma forma de reforçar laços e identidades estabelecidas há séculos”.

Depois de ter recebido a competição em 1992 e 2012, Portugal irá agora estar representado por 80 atletas nas 10 modalidades do programa, que pela primeira vez inclui natação, judo e ténis.

Em Luanda vão estar representados sete dos oito países que integram a CPLP, na edição mais concorrida de sempre, sendo o único país ausente a Guiné-Bissau. Os Jogos da CPLP, que se realizam de dois em dois anos, foram instituídos em 1990 e destinam-se a jovens de 16 e 17 anos, excepção feita ao atletismo para pessoas portadoras de deficiência, cujos participantes poderão ter até 20 anos. Para este ano, está prevista a presença em Luanda de mais de mil atletas em representação de Angola, Brasil, Cabo Verde, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Fonte: CDP, 19.07.2014