Portugal triunfa nas provas de Natação em Águas Abertas

Os primeiros resultados da participação portuguesa nos X Jogos Desportivos da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) foram particularmente positivos com a vitória dos nossos atletas nas provas de natação em águas abertas, tanto em femininos como masculinos.

Em ambas as provas de natação — águas abertas —, Portugal venceu por equipas com os seus dois nadadores a terminarem nos dois primeiros lugares, nomeadamente Eva Carvalho e vencer na prova feminina à frente da outra atleta lusa e sua companheira de equipa Inês Martins, triunfando na prova masculina o jovem nadador Diogo Nunes à frente de Diogo José.

No final, ambos os vencedores se mostraram particularmente satisfeitos dando conta da forma como decorreram as respectivas prestações, em provas onde pontualmente surgiram algumas situações que definiram como “mais duras” mas que ultrapassaram sem problemas de maior.

Eva Carvalho, vencedora na competição feminina, deixou clara a importância da ajuda da outra nadadora na equipa portuguesa, Inês Martins, de quem disse ser “boa nadadora”. “Foi uma boa prova. Fui sempre acompanhada com a Inês o que me permitiu não fazer a prova sozinha, ela também é boa nadadora, fomos as duas, ajudámo-nos mutuamente e no final consegui arrancar um pouco mais”, explicou Vera Carvalho para quem as dificuldades surgiram particularmente na última volta: “Ao longo da prova encontrámos um pouco de corrente, mesmo algumas ondas, e na última volta foi um pouco duro pela corrente e pela maior dificuldade sentida, mas as condições gerais foram muito boas e a prova acabou por correr muito bem.”

Agradada pelo triunfo, a atleta portuguesa destacou ainda as “muito boas condições” que encontrou nestes Jogos da CPLP em Cabo Verde e não hesitou: “Sem dúvida que estou a gostar desta experiência!”

Naturalmente agradado pela forma como decorreu a sua prova estava igualmente no final da mesma Diogo Nunes, o vencedor masculino da prova de natação em águas livres que encontrou uma competição diferente daquelas que tem integrado, a meio ainda passou por um pequeno susto, mas no final pôde celebrar.

“A prova foi um pouco diferente do que estou habituado mas foi ainda assim uma boa prova. Na segunda volta senti-me um pouco perdido já que deixei de ver a bóia, mas depois o meu colega ajudou-me, incentivou-me a continuar, e no final consegui acelerar e ir um pouco mais forte na frente. No início não havia muita corrente mas entre a segunda e a terceira bóia surgiu alguma corrente e fez-nos engolir alguma água salgada, mas ainda assim nada de especial. A temperatura da água estava impecável, estava mesmo boa, e tudo correu bem. É certo que no momento em que deixei de ver a bóia fiquei um bocado assustado, mas depois percebi que tinha sido um barco que se meteu à frente, o meu colega incentivou-me, eu fui com ele e recuperei o ritmo para no final chegar ao final na frente”, contou Diogo Nunes.

Questionado relativamente à experiência da presença nestes X Jogos Desportivos da CPLP em Cabo Verde, este jovem nadador frisou que a mesma “está a ser muito positiva”. “Estes Jogos permitem o convívio com os nossos colegas de outras modalidades e é sempre bom ter essa possibilidade”, concluiu.

Fonte: CDP, 17/07/2106