Andebol conquista ouro numa “experiência fantástica”

Entre as diversas modalidades com competição nos X Jogos Desportivos da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), o andebol permitiu, aliás como outras, a conquista da medalha de ouro para a missão de Portugal presente na ilha do Sal, em Cabo Verde, onde Carlos Oliveira, o capitão da selecção de andebol, disse ter tido a oportunidade de viver um torneio “num mundo completamente diferente ao que todos os elementos da comitiva estavam habituados”.

“Foram-nos dadas condições que provavelmente não voltaremos a encontrar no âmbito desta competição e, também por isso, foi uma experiência fantástica”, acrescentou este atleta segundo o qual foi atingido o objectivo a que ele e os seus companheiros se tinham proposto: “Viemos para Cabo Verde com o objectivo de ganhar e colocámos no jogo todas as nossas armas para concretizar a conquista da medalha de ouro.”

Questionado quanto às expectativas da comitiva do andebol nestes X Jogos Desportivos da CPLP relativamente aos adversários que iriam encontrar, Carlos Oliveira explicou que esperavam “um pouco de tudo”. “À partida de Portugal tínhamos a expectativa de encontrar adversários inferiores em termos de qualidade de jogo, alguns superiores e outros ao nosso nível, e foi exactamente isso que aconteceu, acabando por surgir na formação do Brasil o adversário mais difícil”, disse.

Conquistado o torneio, os atletas puderam conhecer um pouco da realidade da ilha do Sal, e também aí a impressão recolhida por Carlos Oliveira dificilmente poderia ser melhor: “À margem da competição, há várias selecções no hotel onde estamos hospedados e há grande companheirismo entre todos os atletas. Depois, o que mais me surpreendeu foi a população da ilha do Sal , com as gentes muito alegres, sempre a brincar connosco, a cumprimentar-nos, e mesmo as crianças, porventura algumas com menos recursos, mostraram sempre uma enorme alegria, divertindo-se connosco num convívio sempre salutar de que gostámos muito.”

Fonte: CDP, 22/07/2016