VI Jogos CPLP - Terceiro dia de competição


Os Sub-16 de Portugal venceram Moçambique, por 1-0, e continuam na luta pela qualificação para a final do torneio de futebol dos VI Jogos CPLP, a disputar sábado no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, Brasil. 
{mosimage} 

Os Sub-16 de Portugal venceram Moçambique, por 1-0, e continuam na luta pela qualificação para a final do torneio de futebol dos Jogos da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), a disputar sábado no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, Brasil.

No outro jogo do Grupo B, o Brasil venceu Timor-Leste, por 3-1, assumindo o comando da “poule”, com os mesmo pontos de Portugal, mas com vantagem de um tento no “goal-average” (5-3 e 3-2), pois os dois conjuntos empataram, 2-2, no primeiro encontro da “poule”.

Nos derradeiros encontros desta fase, a jogar sexta-feira, Portugal defronta Timor-Leste, o adversário enquanto o Brasil mede forças com Moçambique.

O único golo do encontro foi apontado por Filipe Barros no último minuto do primeiro tempo (cada parte tem 40 minutos), mas Portugal voltou a ser fortemente prejudicado pelo mau estado da relva do complexo da Escola de Educação Física do Exército, na Urca.

O domínio do jogo pertenceu por inteiro a Portugal, embora tenham sido evidentes as dificuldades físicas do “onze” luso, que começou a preparar a participação na primeira fase de apuramento para o Campeonato da Europa de Sub-16, que se realiza em Setembro, em Portugal.

O treinador de Portugal, Edgar Borges, admitiu que a equipa “não está no melhor momento físico”, sobretudo porque os jogadores vieram para os Jogos da CPLP directamente de férias e, apesar das dificuldades, garante que a turma das “quinas” mantém a ilusão de jogar sábado no Maracanã.

“Tem sido muito difícil este torneio. As condições não são as melhores. A relva está muito alta e o campo é muito duro, nem rega automática tem. Nestas condições é difícil explanar o nosso futebol porque a nossa dominante é o futebol mais técnico”, explicou o técnico.

Edgar sublinhou que “o mais importante é que estamos a construir uma equipa e a preparar a fase de apuramento”, garantindo: “Todos nós, eu e os jogadores, temos a ilusão de jogar sábado no Maracanã, mas o que queremos é estar no Europeu da Alemanha, em Maio”.

O encontro de futebol foi o último embate da “cimeira” luso-moçambicana do terceiro dia dos Jogos.

No andebol, competição masculina, a decorrer na Escola Naval, a selecção portuguesa somou a terceira vitória, frente a Moçambique, por 28-22 (15-10 ao intervalo), garantindo a passagem às meias-finais de quinta-feira, na qual terá pela frente os “anfitriões” do Brasil.

No basquetebol, competição feminina, Moçambique também perdeu com a equipa portuguesa, mas por 67-39 (34-24 ao intervalo). Foi a segunda vitória das “meninas” portuguesas, que, no dia 08 de Agosto, iniciam a participação no Campeonato da Europa de Sub-16, na Bulgária.

A jornada fica completa com os embates do ténis, com Portugal a defrontar a Guiné-Bissau, em femininos, e Angola, em masculinos.

JFF/Lusa 29/07/2008