Confederação do Desporto de Portugal
 

Isenções de CAP

Isenção da certificação da aptidão pedagógica de formador dos docentes portadores de qualificação profissional para a docência e dos docentes do ensino superior universitário e politécnico.

O Decreto Regulamentar n.º 66/94, de 18 de Novembro, alterado pelo Decreto Regulamentar n.º 26/97, de 18 de Junho, regulamenta o exercício da actividade de formador, no domínio da formação inserida no mercado de emprego.

Nos termos do artigo 9.º do supracitado Decreto Regulamentar, desde que verificados os requisitos para o exercício da respectiva actividade, o Certificado de Aptidão de Formador (CAP) é requerido pelo interessado ou pela entidade formadora ou beneficiária ao IEFP, I.P, sendo válido por 5 anos.

Os docentes do ensino básico e secundário detentores de uma qualificação profissional tinham acesso directo à certificação da aptidão pedagógica de formador.

Da mesma forma os docentes do ensino superior universitário e politécnico que comprovassem o exercício da actividade de docência em determinada categoria profissional tinham acesso directo àquela certificação.

Neste contexto, os processos de certificação dos docentes acima identificados assumiam um carácter meramente administrativo, pelo que foi decidido isentar da certificação os docentes que estejam nas condições acima referidas.

Assim, estão isentos da posse de CAP os docentes profissionalizados que comprovem uma das seguintes condições:

Curso de formação inicial de professores (com estágio pedagógico integrado):

Licenciatura em ensino de...;

Licenciatura do ramo de formação educacional em...;

Curso dos professores do ensino básico;

Curso de educador de infância;

Curso de professores do ensino primário/curso do Magistério Primário.

 

Cursos científicos sem estágio pedagógico integrado com um estágio realizado posteriormente à aquisição do curso:

Estágio clássico;

Profissionalização em exercício/serviço;

Qualificação em Ciências da Educação – Universidade Aberta;

Outras situações residuais como são o caso da equivalência.

Estão isentos da posse de CAP os docentes do ensino superior universitário e politécnico que comprovem que integram os quadros docentes numa das seguintes categorias profissionais:

 

Ensino universitário

Professor catedrático;

Professor auxiliar;

Professor associado;

Professor convidado;

Assistente.

 

Ensino politécnico

Professor adjunto;

Professor coordenador;

Professor coordenador principal;

Professor convidado.

assistente de 1º ou 2º triénio. *

Para poderem beneficiar da isenção da certificação da aptidão pedagógica de formador, os docentes devem entregar, à entidade formadora, cópia autenticada do documento comprovativo da posse de profissionalização ou declaração emitida pelo estabelecimento de ensino superior onde conste que se encontram a leccionar e a respectiva categoria profissional. Estes comprovativos devem constar do dossier técnico-pedagógico.

 

* De acordo com o artigo nº 7º do Decreto-Lei nº 207/2009, de 31 de Agosto do Estatuto da Carreira do Pessoal Docente do Ensino Superior Politécnico.

 

(Fonte: Instituto de Emprego e Formação Profissional)

Parceiros Oficiais

Logótipo da Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto. Logótipo do Instituto Português do Desporto e Juventude. Logótipo da Câmara Municipal de Oeiras. Logótipo da Câmara Municipal de Oeiras. Logótipo dos Jogos Santa Casa.

Parceiros Comerciais

Logótipo da agência de viagens Cosmos. Logótipo da Sagres. Logótipo da Lacatoni. Logótipo da Multicert.

Parceiros Comunicação

Logótipo da RTP. Logótipo do SAPO Desporto. Logótipo de "A Bola".
Este site utiliza cookies para ajudar a sua experiência de navegação. Ao navegar sem desativar os cookies, estará a concordar com a nossa política de cookies e com os nossos Termos, Condições e Política de Privacidade.
Mais informação Aceitar Recusar